Hotelaria e Restauração

  • Técnico/a de Cozinha/Pastelaria

    Apresentação

    O/a Técnico/a de Cozinha-Pastelaria é o/a profissional que, no domínio das normas de higiene e segurança alimentar, planifica e dirige os trabalhos de cozinha e/ou pastelaria, colabora na estruturação de ementas, bem como prepara e confeciona refeições num enquadramento de especialidade, nomeadamente gastronomia regional portuguesa e internacional.Os cursos de aprendizagem são cursos de formação profissional inicial, em alternância, dirigidos a jovens, privilegiando a sua inserção no mercado de trabalho e permitindo o prosseguimento de estudos,que se regem pelos seguintes princípios orientadores: - Intervenção junto dos jovens em transição para a vida ativa e dos que já integram o mercado de trabalho sem uma habilitação de nível secundário ou equivalente, com vista à melhoria dos níveis de empregabilidade e de inclusão social e profissional; - Reconhecimento do potencial formativo da situação de trabalho, através de uma maior valorização da intervenção e do contributo formativo das empresas, assumindo-as como verdadeiros espaços de formação, geradores de progressão das aprendizagens; - Regime de alternância, entendido como a interação entre a formação teórica e a prática e os contextos em que as mesmas decorrem, sendo a formação prática, realizada nas entidades de apoio à alternância, distribuída de forma progressiva ao longo do curso.

    • 3625 horas

  • Técnico/a de Restaurante/Bar

    Planeado(a)

    Apresentação

    O/a Técnico/a de Restaurante/Bar é o/a profissional que, no domínio das normas de segurança e higiene alimentar, planifica, dirige e efetua o serviço de alimentos e bebidas à mesa e ao balcão, em estabelecimentos de restauração e bebidas integrados ou não em unidades hoteleiras. Os cursos de aprendizagem são cursos de formação profissional inicial, em alternância, dirigidos a jovens, privilegiando a sua inserção no mercado de trabalho e permitindo o prosseguimento de estudos,que se regem pelos seguintes princípios orientadores: - Intervenção junto dos jovens em transição para a vida ativa e dos que já integram o mercado de trabalho sem uma habilitação de nível secundário ou equivalente, com vista à melhoria dos níveis de empregabilidade e de inclusão social e profissional; - Reconhecimento do potencial formativo da situação de trabalho, através de uma maior valorização da intervenção e do contributo formativo das empresas, assumindo-as como verdadeiros espaços de formação, geradores de progressão das aprendizagens; - Regime de alternância, entendido como a interação entre a formação teórica e a prática e os contextos em que as mesmas decorrem, sendo a formação prática, realizada nas entidades de apoio à alternância, distribuída de forma progressiva ao longo do curso.

    • 3625 horas

    • 28/09/2018

    • 07/07/2021

    Inscrever